AYURVEDA - VIDA E CONHECIMENTO

Atualizado: 2 de Dez de 2020

Já ouviu falar em MEDICIANA AYURVÉDICA ou simplesmente AYURVEDA, a mais antiga ciência da saúde com cerca de 5.000 anos ?


E então, o que você sabe sobre MEDICIANA AYURVÉDICA ou simplesmente AYURVEDA? Pode ser que essa esteja ouvindo pela primeira vez ou que tenha conhecido recentemente. Mas a novidade não é nova. Na verdade, é considerada a mais antiga ciência da saúde com cerca de 5.000 anos e seus princípios são baseados na sabedoria eterna do povo.


De acordo com o AYURVEDA o homem é um universo dentro de si mesmo, composto de corpo, mente e espírito. A harmonia dinâmica entre estes três fatores resulta em uma pessoa saudável. A falta de equilíbrio libera toxinas e quando o corpo não consegue combater as toxinas elas se acumulam causando diversas doenças.


A premissa básica do Ayurveda é que cada ser humano é único e individual e como tal deve ser tratado. Além de tratamentos curativos, a medicina ayurvédica tem como princípio a prevenção das doenças por meios naturais. Desta forma, AYURVEDA utiliza o que a terra nos oferece e a energia do corpo levando em consideração os biotipo de cada indivíduo.


Por que é milenar e pouco conhecida?

De origem indiana, a medicina milenar era passada oralmente de mestre para discípulo. Quando os europeus chegaram na Índia entre os séculos XVI e XVII levaram novas doenças – não conhecida pelos monges – e desacreditaram a sabedoria tradicional.

Em 1835 a cultura e a medicina indiana foram desencorajadas entre o próprio povo. Então, não havia mais discípulos, e sem discípulos, os mestres morriam levando o conhecimento com eles.


No século XX, com a ascensão do nacionalismo indiano o AYURVEDA ressurgiu. No entanto, muito dessa ciência já havia se perdido. A literatura atual é apenas uma pequena parte da tradição de cura védica. Uma pequena parte que tem muito à acrescentar ao conhecimento moderno.


E por quê? Porque AYURVEDA nada mais é do que “ciência ou conhecimento da vida” (AYU “vida” e VEDA “conhecimento ou ciência”). E todo conhecimento que, comprovadamente, contribui para conscientização e mudança de hábitos para uma vida mais saudável, assim como tratamentos curativos, deve ser considerado.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo